Após protesto, United corre risco de perder pontos na Premier League

O Manchester United pode ser punido com a perda de pontos após a invasão de seus torcedores ao estádio Old Trafford, nesse domingo (2/5). Fãs do time inglês protestaram horas antes do clássico contra o Liverpool e a partida precisou ser adiada.

O regulamento da Premier League prevê punição caso o time mandante não garanta a segurança dos envolvidos na partida. Na manifestação de domingo, os torcedores invadiram o estádio, impediram o clássico de ocorrer e ainda promoveram cenas lamentáveis fora da arena, com direito a confronto com policiais.

O duelo contra o Liverpool estava marcado para esse domingo, a partir das 12h30 (horário de Brasília), mas foi adiado. Centenas de torcedores se reuniram na porta do Old Trafford, depois conseguiram vencer a barreira policial e invadiram o gramado do estádio.

0

Saída dos chefões

Os manifestantes exibiram faixas e cartazes pedindo a saída da família Glazer do comando da equipe de Manchester. Os fãs chegaram até a subir nas traves e tiraram fotos no campo. Mais tarde, muitos foram às ruas, balançaram carros e entraram em confronto com a polícia.

As manifestações contra Joel e Avram Glazer são antigas e ocorrem desde a década passada. Os torcedores reprovam a maneira como a família vem administrando o clube inglês. Eles herdaram a propriedade do United de seu pai, Malcom, empresário norte-americano que comprou ações de outros empresários no começo do século.

Faça o primeiro comentário a "Após protesto, United corre risco de perder pontos na Premier League"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*